Política de Manutenção de Laboratórios

A Coordenadoria de Tecnologia da Informação (CTI) do Câmpus Hortolândia é a responsável por gerenciar toda infraestrutura de TI do câmpus, assim como os laboratórios de informática.

A gestão dos laboratórios envolve softwares, hardware, infraestrutura de redes nos âmbitos preventivo, corretivo e evolutivo. Toda a gestão é realizada com base no Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) e demais documentos referentes aos cursos que utilizam os ambientes.

Este documento visa organizar e normatizar a execução da manutenção em laboratórios de informática através de um cronograma de atividades definido no início de cada período.

Objetivo

Prover aos laboratórios de informática as manutenções adequadas para possibilitar seu bom funcionamento no ambiente educacional.

Justificativa

Melhorar o gerenciamento de manutenções a serem realizadas, contemplando a correção e prevenção de problemas, bem como a evolução dos laboratórios para adequá-los as necessidades do ensino.

Laboratórios

O Câmpus Hortolândia possui 11 (onze) laboratórios de informática localizados nos blocos A, B e D, sendo 2 laboratórios no bloco A mistos com equipamentos de eletrônica e 2 laboratórios no bloco D mistos com equipamentos de fabricação mecânica, além de um conjunto de 23 Notebooks disponibilizados para empréstimo na Coordenadoria de Apoio ao Ensino (CAE) e na Coordenadoria de Eletroeletrônica (CEL) para utilização em aulas.  Todas as máquinas operam integradas através de uma rede cliente-servidor mantida pela CTI. A utilização dos laboratórios requer um login e senha pessoal onde o aluno recebe acesso aos compartilhamentos de rede e utilização da internet.

Softwares

A definição dos softwares a serem utilizados semestralmente é realizada no fim do semestre e as atualizações são executadas durante o período de recesso ou férias escolares. Durante essa definição, docentes e coordenadores solicitam remoções, inclusões ou atualizações de softwares através de um formulário eletrônico próprio para levantamento da demanda.

Após a definição da lista de softwares que irá compor o próximo semestre as novas requisições podem ser realizadas através do sistema de chamados GLPI durante as aulas, todavia serão atendidas em prazo diferenciado.

O acompanhamento dos softwares instalados nos laboratórios pode ser realizado através do sítio institucional do câmpus, onde a CTI disponibiliza no menu laboratórios a lista de aplicativos disponíveis em cada ambiente.

Hardware

O hardware dos computadores é adequado conforme a situação do computador. Se um computador ainda está no período de garantia, é mantido o conjuto de componentes padrão de fábrica para acionamento da garantia caso seja necessária a manutenção. Em caso de garantia expirada a CTI possui as peças de hardware para fazer a reposição dos equipamentos com problemas e também são feitas modificações no conjunto de componentes para que o computador seja adaptado à demanda de utilização do ensino sem a necessidade de troca.

Manutenção Preventiva

A Manutenção Preventiva compreende as ações executadas pela CTI para antever e impedir problemas que impeçam o bom funcionamento dos laboratórios. A manutenção preventiva pode ser de software ou de hardware.

Software e periféricos

Realizada semestral e semanalmente, compreende diferentes atividades em cada período.

A manutenção preventiva semestral corresponde ao processo de formatação de um computador de cada laboratório, instalação do sistema operacional e softwares atualizados, configurações de melhoria de desempenho e geração de imagem para ser replicada nos outros computadores. Esta manutenção é executada pelos técnicos de laboratório em conjunto com os bolsistas e possibilita o início do semestre com laboratórios em pleno funcionamento.

Já a manutenção semanal tem por objetivo melhorar o desempenho dos computadores após larga utilização em aulas, prevenindo possíveis problemas de lentidão e afins. Esta manutenção é realizada no meio do semestre pelos bolsistas sob supervisão dos técnicos em laboratório, compreendendo:

  • Testes de conectividade de rede nos computadores
  • Testes dos periféricos (mouse, teclado e monitor)
  • Levantamento e registro em sistema de ocorrências através de formulário disponibilizado ao professor
  • Instalação, configuração e correção de softwares conforme demandas elencadas pelos professores através de formulário ou sistema de chamados GLPI.

Componentes

A CTI realiza a manutenção preventiva de hardware semestralmente. Essa manutenção abrange computadores fora da garantia e é realizada pelos bolsistas sob supervisão dos técnicos de laboratório. As atividades realizadas são:

  • Limpeza de hardware utilizando pincel, aspirador e jateador de ar;
  • Limpeza de contatos da memória RAM.

Manutenção Corretiva

A manutenção corretiva é utilizada quando ocorre um problema que não pôde ser prevenido. Ela pode ser identificada por docentes, alunos, bolsistas ou técnicos de laboratórios e deve ser registrada pelos servidores do câmpus através do sistema de chamados GLPI. A execução da manutenção pode ser realizada tanto por bolsistas quanto por técnicos de laboratório.

A CTI realiza mensalmente a análise dos chamados e a identificação de problemas frequentes, gerando estratégias para melhorar a manutenção preventiva e impedir a ocorrência de imprevistos, de modo a garantir sempre o bom funcionamento dos laboratórios.

Manutenção Evolutiva

A manutenção evolutiva tem por objetivo analisar o pátio de máquinas atual e prever as demandas de adequação futuras. A previsão das demandas deve ser realizada com base no Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) e com o auxílio dos coordenadores de curso. Após prever as demandas é necessário organizar o orçamento de modo a suprir as necessidades de aquisições de licenças, novas máquinas e componentes de hardware para substituição.

A evolução de hardware dos laboratórios ocorrem de acordo com as prioridades da organização e da alocação orçamentária, utilizando-se das SRPs de computadores e notebooks tanto como referência para cotação de valor, quanto como meio de aquisição dos equipamentos homologados a nível institucional.

Já a evolução de software ocorre semestralmente sob demanda identificada através do levantamento realizado junto aos professores. Existem softwares que são atualizados semestralmente ou anualmente, como por exemplo os sistemas operacionais, enquanto há softwares que são atualizados apenas quando solicitado pelos professores devido à compatibilidade dos materiais de aula já desenvolvidos ou atualizados.

Este é o cronograma de manutenção dos Laboratórios de Informática a ser executado pela Coordenadoria de Tecnologia da Informação (CTI) no 1º semestre 2018.

 

Horário  SEGUNDA TERÇA QUARTA QUINTA SEXTA
MANHÃ 07:10 - 08:00          
  08:00 - 08:50          
  09:05 - 09:55          
  09:55 - 10:45          
  11:00 - 11:50         D204
  11:50 - 12:40         D204
Intervalo 12:40 - 13:30         D204
TARDE 13:30 - 14:20          
  14:20 - 15:10          
  15:30 - 16:20 A104 A105 B103 B102 A103
  16:20 - 17:10 A104 A105 B103 B102 A103
  17:10 - 18:00 D103 D202 A205/B104 B105 A102
  18:00 - 18:50 D103 D202 A205/B104 B105 A102
Intervalo 18:50 - 19:00 D103 D202 A205/B104 B105    

Laboratório 1 (A105):

computador HP ProDesk 600 G1
Memória: 4GB DDR3 1600MHz
Processador: QuadCore Intel Core I5-4570, 3,2GHz
HD: Seagate 500GB 7200RPM SATA III
 

Laboratório 2 (B102):

Computador HP Compaq 6005 Pro
Memória: 4GB DDR3 1333MHz
Processador: QuadCore AMD Phenom II X4 B97, 3,2GHz
HD: Seagate 500GB 7200RPM SATA III
 

Laboratório 3 (B103):

Computador Itautec ST4272
Memória: 6GB DDR3 1333MHz
Processador: QuadCore Intel Core i5-2320, 3,1GHz
HD: Seagate 1TB 7200RPM SATA IIII
 

Laboratório 4 (B104):

Computador Itautec ST4271
Memória: 4GB DDR3 1333MHz
Processador: DualCore Intel Core i3-550, 3,2GHz
HD: Seagate 500GB 7200RPM SATA III
 

Laboratório 5 (B105):

Computador Itautec ST4271
Memória: 4GB DDR3 1333MHz
Processador: DualCore Intel Core i3-550, 3,2GHz
HD: Seagate 500GB 7200RPM SATA III
 

Laboratório 6 (A104):

Computador HP ProDesk 600 G1
Memória: 4GB DDR3 1600MHz
Processador: QuadCore Intel Core I5-4570, 3,2GHz
HD: Seagate 500GB 7200RPM SATA III
 

Laboratório E (A102):

Computador HP ProDesk 705 G1
Memória: 4GB DDR3 1600MHz
Processador: QuadCore AMD A10 PRO-7800B, 3,5GHz
HD: Western Digital (WD) 500GB 7200RPM SATA III
 

Laboratório M (D204):

Computador HP ProDesk 705 G1
Memória: 4GB DDR3 1600MHz
Processador: QuadCore AMD A10 PRO-7800B, 3,5GHz
HD: Western Digital (WD) 500GB 7200RPM SATA III
 

Laboratório N (Móvel):

Notebook IBM ThinkPad T410
Memória: 4GB DDR3 1066MHz
Processador: Mobile DualCore Intel Core i5-520M, 2,8GHz
HD: SAMSUNG 250GB 5400RPM SATA II

No 1º semestre 2019 os laboratórios de informática possuem os seguintes ambientes disponíveis:

Sistema Operacional

  • Windows 7 Professional 64 bits: todos os laboratórios
  • Linux Mint Cinnamon 18.2 : Laboratórios B102, A104 e A105

Softwares

Itens marcados com "X" estão instalados.

Para solicitar a instalação de novos softwares, abra um chamado no sistema de suporte GLPI.

Software Versão A102 A104 A105 B102 B103 B104 B105 D103 D202 D204
Adobe Flash Player para IE e Chrome 32
Android Studio 1,815,014,246
Arduino IDE 1.8.7
Atmel Studio 7 7.0
Audacity 2.3.0
Autodesk AutoCAD LT 2019          
Autodesk AutoCAD Plant3D 2019          
Autodesk Eagle  
Autodesk Electrical 2019          
Autodesk Fusion360  
Autodesk HSM Inventor 2019          
Autodesk Inventor 2019          
BrazoRobot 1.0
BrModelo 3.2
CADe_Simu 3.0
Chrome A mais atual
Cisco Packet Tracer 6.3
Code Blocks 17.12
Compactador/Extrator de Arquivos: 7-Zip 18.1
Cura 2.6.2
Dev-C++ 5.11
Dia 0.97.2
Eclipse Oxygen C/C++ 3a
Eclipse Oxygen Java 3a
Foxit Reader 9.3.0
FreeCAD 0.17.13541
Fritzing 0.9.3b
Git 2.19.2
Grails 3.3.9
Jaspersoft Studio 6.6.0
Java jdk 11
Java: JRE e JDK x86 e x64: última versão disponível 8u191
KLite Codec Pack mega 14.5.5
Labview 2013 Possuimos CDs        
LEGO MindStorms eV3 Português  
LibreOffice 6.1.3
Linux Mint será instalado apenas nos laboratórios 19              
mBlock 5.0
Microsoft Office 2016  
Multisim Blue 14.0
MySQL Workbench 8.0.13
Netbeans 8.2
Notepad++ 7.6
OpenSCad 2015.03
PC-Simu 1.0.0.1
Pgadmin 4-3.6
Postgresql 11.1
Processing 3.4
ProjectLibre 1.8.0
PyCharm 2018.3.1
Python2.7 no Linux 2.7.15              
Python3.5 + IDLE no Linux 3.5 ou 3.7.1?              
R + RStudio 3.3.2 / 1.1.4
Repetier Host 2.1.3
RxTxSerial (Comunicação Java-Serial)  
S4A 16
Scilab 6.0.1
Sinumerik 808D 4.6
Sinutrain 4.7-a
SketchUp Make Community 2016  
Tracker 5.0.6
Unity3D 2018.2.18f1
Virtual Box 5.2
Visual Studio Code 1.29.1
VisuAlg 3.0
VLC 3.0.4
VMware vSphere Client 4.1.0
WEG Click02 + Driver 3.3
Wireshark 2.6.5
XAMPP (Apache, MariaDB/MySQL, Filezilla e TomCat) 5.6
Xming 6.9
yEd 3.18.2

O presente documento estabelece as diretrizes para utilização dos laboratórios de informática geridos pela Coordenadoria de Tecnologia da Informação (CTI) em parceria com a Coordenadoria de Apoio ao Ensino (CAE). A este documento, acrescenta-se o Termo de Utilização da Internet e Compartilhamento de Redes firmado pelos usuários no momento de obtenção do login de rede. O desrespeito a estas normas implicará em apuração do ocorrido pelos setores responsáveis e aplicação das medidas cabíveis (advertência verbal, advertência por escrito, suspensão ou cancelamento de matrícula) conforme a gravidade da infração, os danos que dela advirem e as circunstâncias agravantes conforme Regulamento Disciplinar do Corpo Discente.

  1. A utilização dos computadores dar-se-á através da utilização do login(usuário) pessoal de rede;
  2. Em acordo com a Lei Nº 13.541 de 07 de Maio de 2009, é proibido fumar;
  3. Em acordo com a Lei Nº 12.730 de 11 de Outubro de 2007, é proibido utilizar celulares;
  4. Em acordo com a Lei Nº 10.695 de 01 e Julho de 2003, é proibido qualquer tipo de quebra de copyright;
  5. É vetado o consumo de bebidas e alimentos;
  6. Softwares portáteis não podem ser utilizados;
  7. A navegação na internet será realizada por meio de servidor Proxy. É vetado a utilização de quaisquer tipos de programas ou procedimentos com a finalidade de burlar este procedimento;
  8. É proibido a utilização de jogos sem finalidade educacional;
  9. É vedada a utilização de quaisquer meios (sonoros ou visuais) que possam perturbar a utilização do laboratório;
  10. Arquivos importantes devem ser salvos no compartilhamento pessoal do usuário e JAMAIS na máquina local. Arquivos salvos localmente poderão ser apagados sem prévio aviso;
  11. É proibido danificar o conjunto patrimonial (estrutura física, computadores, mesas, cadeiras, monitores, entre outros) do laboratório. Considera-se dano tanto o fato de efetivamente quebrar como também prejudicar maliciosamente os equipamentos;
  12. Utilizar o ambiente e os equipamentos com responsabilidade, de modo a colaborar com a conservação do patrimônio;
  13. Ao identificar um equipamento quebrado, o usuário deverá informar imediatamente a CAE o número do patrimônio e uma descrição sucinta do defeito;
  14. O usuário JAMAIS poderá abrir, desmontar ou consertar equipamentos. Ao notar anormalidades, informá-las imediatamente à CAE;
  15. É vetado ao usuário o manuseio e alterações no cabeamento do laboratório, seja de elétrica ou dados, por risco à integridade dos equipamentos;
  16. É vetado ao usuário jogar lixo dentro dos equipamentos;
  17. É vetado ao usuário pichar, grafitar, entalhar, rabiscar ou realizar ações correlatas no patrimônio;
  18. A rede física de dados é exclusiva para utilização das máquinas institucionais;
  19. Ao término da utilização, deixar o laboratório e as estações de trabalho em ordem;
  20. É vetado ao usuário a movimentação e arrasto de mesas e computadores do laboratório sem o prévio consentimento da CTI, por risco à integridade dos equipamentos, cabeamento e infraestrutura;
  21. É vetado ao usuário utilizar periféricos (mouse, teclado), monitores, rede de dados ou rede elétrica dos laboratórios em equipamentos pessoais (laptops e afins);
  22. Equipamentos institucionais móveis (notebooks, laptops, etc) estão sujeitos às Normas de Laboratório. A retirada destes equipamentos deve seguir os procedimentos estabelecidos pela CAE;
  23. A utilização dos laboratórios ocorrerá exclusivamente para as atividades de ensino, pesquisa e extensão desenvolvidas pelo instituto. A utilização dos laboratórios somente será possível com a presença de um servidor responsável presente no ambiente ou que autorize a sua utilização por parte dos discentes fora do período de aulas, caso haja a disponibilidade de laboratório. A disponibilidade de dias e horários para a utilização comum (ou livre) do laboratório, caso haja a disponibilidade de laboratório, será analisada e divulgada pela CAE;
  24. Visando o zelo pelo cumprimento destas normas e a proteção do patrimônio do IFSP, a CTI se reserva ao direito de monitorar, sem o prévio aviso, os computadores institucionais de laboratórios;